Tuia Holandesa

A tuia holandesa (Cupressus macrocarpa), uma espécie conífera, assim como os pinheiros tradicionalmente usados no Natal, é uma boa opção de decoração para o Natal, e ainda apresenta algumas vantagens sobre os modelos tradicionais: por ser uma planta cultivada em vaso desde o início, pode ser transplantada em local definitivo, como jardins e quintais, conservando a aparência e o aroma característico durante toda a temporada natalina.

Esta planta é comercializada em vários tamanhos, desde 40 cm até quatro metros de altura. Dependendo do porte, pode ser usada como planta decorativa em ambientes internos ou externos, por toda a vida.

A espécie comercializada é da família das Cupressáceas, que emana um suave aroma de limão ao ser tocada e pode apresentar diversos formatos: piramidal, bola e coração (obtidos com técnicas de poda e condução manual).

Principais Cuidados

A espécie é originária da Inglaterra e foi adaptada ao clima brasileiro. A fase inicial, chamada de enraizamento da planta, dura cerca de seis meses. Em dois anos, atinge a altura de 40 cm e, em três anos, chega a 1,5 metro. A partir daí, cresce aproximadamente um metro a cada ano.

Quando atinge cerca de 2 metros deve ser transplantada, para que as raízes tenham mais espaço. O local ideal é à meia-sombra, onde receba cerca de duas horas de sol direto por dia. Em locais de clima ameno, pode ficar sob luz solar direta em tempo integral. O cultivo em vaso exige regas diárias e locais bem iluminados.

Por ocasião do plantio em jardins, é aconselhável fazer uma cova profunda, com cerca de 50 cm de profundidade e 50 cm de largura. Antes do plantio, recomenda-se encharcar a cova, para que suas paredes fiquem bem molhadas e facilitem a acomodação da raiz.

A mistura de solo ideal deve conter terra vegetal e húmus de minhoca. Além disso, é bom lembrar que o desenvolvimento da planta depende de uma boa irrigação. Pode ser regada todos os dias, e é preferível encharcá-lo do que regar pouco.



Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts. Aproveite e deixe seu e-mail, quem sabe poderei te ajudar?

4 comentários:

Rodolfo disse...

Sonia,desculpa estar sendo tão direto, mas tenho uma Tuia Holandesa, medindo aproximadamente 18cm, essa manhã me deparei com ela estirada no chão (arte de meu dois Labradores que ainda não aprenderam boa lição ><')resolvi procurar na internet pra saber se havia salvação, então achei seu blog, gostaria de saber se vc tem alguma dica para mim, a raiz tem serca de 3cm, e foi retirada do caule a mordidas, agradecendo de ante-mão espero que possa me ajudar gosto muito dessa planta e não gostaria de perde-la.

Big Phill disse...

A minha tuia holandesa apresenta sinais de que estar murchando, suas pontas da parte bem de cima estão meio caidas e moles... O que eu faço?

Big Phill disse...

meu e-mail para resposta é fcss12@gmail.com, responda rápido por favor...

Material de Estudo STCN disse...

Preciso de sua ajuda,se puder. Plantei uma tuia no meu quintal e ela já está com mais de 2 metros, mas metade dela está ficando seca e a outra viçosa. O que será que está acontecendo? Cada dia nasce mais galhos bonitos de um lado e na parte superior e por outro lado, outros morrem e ficam secos n aparte lateral que dá para o sol. Pode ser alguma praga?