Manacá-da-serra (Tibouchina mutabilis)

O manacá-da-serra (Tibouchina mutabilis) é uma planta originária do Brasil, pertence à família Solanaceae e é uma Angiosperma. Pertence ao mesmo gênero da quaresmeira (Tibouchina granulosa) e da orelha-de-onça (Tibouchina holosericea), mais conhecidas que o próprio manacá. Pode atingir de 2 até 15 m de altura. É muito comum em matas alteradas pelo homem, hoje em dia mais difícil em matas nativas. Possui flores brancas e rosas o que lhe proporciona uma floração espetacular. A flor de centro branco e pétalas azuis muda de cor após fecundada. Floresce durante a primavera e o verão, entre novembro e fevereiro, com belas floradas com flores que variam do branco ao lilás colorem a paisagem regional do final do ano.

A variação na coloração das flores é decorrente do amadurecimento diferencial das partes masculina e feminina, sendo as brancas, recém abertas, funcionalmente femininas (recebem pólen de fora) e as roxas ou lilases são as flores velhas, masculinas, liberando pólen. A frutificação ocorre em novembro, sendo que em fevereiro e março estão prontas para serem colhidas, e devido ao tamanho, muito pequenas, são facilmente levadas pelo vento.

A multiplicação também pode ser feita por estacas. Devido ao porte alto e sistema radicular não agressivo, é muito usada como ornamental em jardins e ainda na arborização urbana, não interferindo em fios e tão pouco danificando as calçadas. Podemos encontrar também o manacá-da-serra-anão, que possui flores menores, assim como o porte, em torno de 3 metros, muito recomendado para áreas menores, como jardins domésticos e vasos de porte maior.

Sendo pioneira e colonizadora de áreas abertas, presta-se muito bem para a recuperação de áreas degradadas, crescendo rapidamente, protegendo o solo em poucos anos. Regenera-se abundantemente na natureza, o que faz com que seu corte não seja tão prejudicial como outras espécies de árvores mais raras e de baixa reprodução natural.

Assim, as capoeirinhas ou capoeiras jovens, com predomínio de manacás, podem ser suprimidas com a devida autorização das autoridades florestais competentes.


Fonte: http://www.jardimdeflores.com.br


Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts. Aproveite e deixe seu e-mail, quem sabe poderei te ajudar?

12 comentários:

Anônimo disse...

Oi Sonya,

A planta que você tem como Brunfelsia uniflora na verdade é uma Tibouchina mutabilis. Ele realmente é chamado manacá-da-serra, mas a Brunfelsia é chamada de manacá-de-cheiro. São bem diferentes, pesquise no google e você vai ver.

Andréa

Elisabete disse...

Olá, comprei um manacá da serra, ele está em um vaso, uns 4 dias após ter chegado em casa, ele murchou!!! Isso é normal?
Devo colocar água todos os dias?
Ele gosto de sol ou sombra?
Aguardo anciosa pela resposta. Grata, Bete Lapa

Angel disse...

, e mesmoa ssim ele está com as folhas murchas, é bem regado e tem bastante sol, na terra tem adubo e a terra do jardim tem minhocas

Anônimo disse...

Olá...
gostaria de tirar uma dúvida sobre a reprodução do manacá por estaca..
já tentei fazer várias vezes, porém perdo sempre a metada do plantio..
Gostaria de saber se há algum tipo de hormônio ou algo parecido para q eu possa obter um melhor resultado nas multiplicações dessa espécie..
desde já mt grata

Anônimo disse...

Tirei minha manaca do vaso e plantei no chão e ela murchou . O que devo fazer agora ? me ajude

Magali disse...

Ganhei dois manacas nos vasos e resolvi planta-las no jardim, no mesmo dia a tarde elas ficaram murchas o que devo fazer? E que tipo de adubo posso usar ?


Magali (-_-)

álvaro disse...

Olá eu não consigo reproduzir o manacá da serra ja fizemos por estaca no periodo de julho a agosto este ano vamos tentar reproduzir em agosto, como faço para consiguir a reprodução por estaca.

Álvaro

gislaine disse...

Olá, comprei um manaca-da-serra e plantei num vaso apos 5 dias começou a muchar e as folhas estao ficando amarelas esta com terra adubada fica somente uma parte do dia ao sol isso é normal ela gosta de sol e devo molhar todos os dias ela esta cheio de botões.
O que devo fazer pois eu me apoixonei por esta arvore nunca tinha visto uma assim.
atenciosamente.
gislaine
meu e-mail é giribeirocruz@hotmail.com

albarkema disse...

´´O manacá-da-serra (Tibouchina mutabilis) é uma planta originária do Brasil, pertence à família Solanaceae......

Na verdade a T.mutalilis não é uma solanacea 9familia do tomate,batatinha) mas uma melastomacea. A Brunfelsia sp (que tb tem flores que mudam do branco para arroxeado) tb tem o nome popular de ´´manacá da serra´´ e ´´manacá de cheiro´´daí a confusão de nomes.
Alberto

Telma Andrade disse...

Que planta linda,conheci em Araxa M.G e fiquei encantada,pensei que era uma quaresmeira,são da mesma familia? Gostaria muito de ter um pé aqui na minha casa, sou da Bahia!!

Sonia Oliveira disse...

Oi Telma, bom dia!

O manacá-da-serra(Tibouchina mutabilis)pertence ao mesmo gênero da quaresmeira (Tibouchina granulosa). Pode atingir de 2 até 15 m de altura.

Anônimo disse...

Oi,Sonya
Tenho um maca da serra ha 12 anos no jardim de casa e ela sempre estava linda e florida...sempre eram feito podas para nao ficar muito grande...no tronco dela tem uma orquidea plantada...minha mae mandou podar e agora ela secou...tem lgo que eu possa fazer para recupera-la?
Grata

Adriana
diproenca@yahoo.com.br