Tumbérgia-azul

http://www.baixaki.com.br/imagens/wpapers/BXK17007__tumbergia-azul_-16-junho-2005_-jundiai_sp_brasil-015800.jpg



Nome Técnico:
Thunbergia grandiflora Roxb.

Nomes Populares :
Tumbérgia azul

Família :
Angiospermae – Família Acanthaceae.

Origem:
Originárias da Índia.

Descrição:

Arbusto semilenhoso, tipo liana, de ramos flexíveis, muito vigorosa e de crescimento rápido.
As folhas são verdes, ovais de borda denteada irregularmente e flores grandes campanuladas, solitárias mas também em inflorescência de poucas flores, brancas ou azuladas com o centro amarelo.

Floresce abundantemente na primavera e em camadas de florescimento esporádicas ao longo do ano.
A espécie T.alba tem as flores brancas.
Pode ser cultivada no país todo.

Técnica de Cultivo:

Necessita de sol, mas aceita locais de sol pela manhã apenas, solo fértil e bem drenado.

Na cova de plantio colocar adubo animal de curral, bem decomposto, cerca de 500 gramas, se for cama de galinheiro, a metade da dose.
Adicionar também 100 gramas de farinha de ossos e areia, misturando tudo com composto orgânico feito de folhas.
- Usar tutor feito de sarrafos ou então já conduzir os ramos para o muro, cerca ou pérgula.

Não esquecer de regar, na hora do plantio e depois por pelo menos 10 dias para garantir água para a muda. Depois espaçar para a rega normal do jardim.

Haverá necessidade de controle de seu tamanho, então em época em que estiver sem flores, realizar a poda do arbusto, deixando sempre pelo menos 6 gemas em cada ramo. Após a poda, adubar a muda com adubo animal curtido e composto orgânico regando bem.

Paisagismo e uso decorativo:

Excelente para cobertura de pérgulas e caramanchões, mas é em muros e cercas que fica melhor, derrubando-se em longos ramos floridos.

Pode ser consorciada com outra do mesmo gênero, em outra coloração, isto é, misturando-se as cores branca e azul, num belo efeito ornamental.

A propagação vegetativa poderá ser feita por estacas jovens na primavera, cortando-se de 15 a 25 cm das pontas dos ramos ainda novos e colocar em substrato igual ao da sementeira.
Regar todos os dias até o enraizamento. O uso de enraizadores poderá garantir maior percentagem de indivíduos na produção.

Preparar um substrato feito de adubo animal e composto orgânico de folhas ou húmus de minhoca mais areia, em partes iguais, preencher os sacos de plantio, colocar a muda e preencher com mais substrato, regando a seguir.
Repetir a rega todos os dias por pelo menos 10 dias para a sobrevivência da muda.

Levar para cultivo em local protegido com sombra de 50% até a comercialização.

Será preciso usar tutores do tipo escada ou tripé para que a muda seja conduzida, ficando com bela aparência para a venda.




Caso tenha alguma dúvida comente e deixe seu e-mail para contato. Obrigada.

3 comentários:

Erica disse...

Obrigada pela dica, estou cultivando uma amarela...
Vou adaptar algumas coisas, de acordo com o que vi no seu blog...

Katia disse...

Olá, tenho um enorme caramanchão de Tumbérgia-azul, mas ela está sempre florida, e gostaria de substituir a estrutura do caramanchão, mas tenho medo de fazer uma poda geral, para poder fazer esta troca e matar minha trepadeira. aqui agora faz muito frio e ela ainda está muito florida. Posso fazer esta poda? agora em Junho/ Julho??

Anônimo disse...

olá comprei uma MUDA AGORA. SAI NUM DOMINGO E QUANDO VOLTEI AS FOLHAS ESTAVAM SECAS. O QUE DEVO FAZER AGORA ?AINDA TEM JEITO. OBRIGADA?