Bonsais (estilos e tratamento)

Bonsai significa "árvore em bandeja". No Ocidente o cultivo de bonsai desenvolveu-se muito nos últimos 20 anos. Hoje estas pequenas árvores estão espalhadas por todo o mundo e cresce o interesse por estas plantas. Esse crescente interesse pelos Bonsais é partilhado com a atenção que o mundo ocidental tem dado às artes orientais nos últimos anos.

Apesar de parecer um hobby extremamente exótico e difícil de se concretizar, o cultivo de bonsais não é muito complexo e os cuidados, tirando uma ou outra situação, são muito idênticos aos da jardinagem tradicional. A principal diferença é o cuidado que tem que se ter para produzir as características que desejamos na árvore. Essa é a verdadeira arte de criar um Bonsai. Além da poda cuidadosa e adubação, é preciso também muita paciência e alguma habilidade artística e imaginação.

Existem vários estilos de cultivar Bonsais, eis alguns:

Chokan / Estilo ereto formal: Árvore com tronco reto, que vai diminuindo de espessura gradualmente, da base ao topo. Os ramos devem ser simétricos e bem balanceados.

Moyogi / Estilo ereto informal. Tronco sinuoso, inclinando-se em mais de uma direção à medida que progride para o topo, embora mantendo uma posição geral mais ou menos ereta. A árvore deve dar a impressão de um movimento gracioso. Para criar essa impressão é necessário que as distâncias entre os vários pontos do tronco não seja exageradamente grande, mas que não deixe de ser sinuoso para não perder o estilo.

Kengai / Estilo cascata. A árvore dirige-se para fora da lateral do vaso e então movimenta-se para baixo, na direção da base do vaso, ultrapassando a borda do mesmo. Os vasos nesse estilo são estreitos e profundos. Este estilo é difícil de concretizar e requer alguma experiência prévia no tratamento de Bonsais.

Shakan / Estilo inclinado. Tronco reto ou ligeiramente sinuoso, inclinando-se predominantemente numa direção. A inclinação pode ser exagerada ou não, mas normalmente é pouca de modo a não se perder o esplendor da árvore.



Fonte(s) : Revista A Arte dos Bonsais


Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles podem acabar virando temas para novos posts. Alguma dúvida? deixe seu e-mail, quem sabe poderei te ajudar?

Um comentário:

JCordas disse...

oi sonia,
estás interessada em troca de links?

http://bonsaisarte.blogspot.com/
responde o comentario com outro.