Cultivo das Bromélias

http://www.moana.com.br/imagens/paginas/bromelias_gr.jpg

Regras para o plantio correto:

As bromélias desenvolvem, com suas folhas, um tanque natural de água, reserva de nutrientes para seu primeiro ano de vida.
Esta água é absorvida rapidamente pela planta, tornando extremamente difícil o desenvolvimento de larvas do mosquito da dengue.
Na natureza, as bromélias epífitas absorvem pelas raízes apenas os sais minerais que escorrem com a água da chuva ao longo do tronco das árvores, onde estão fixadas.
A água depositada nos copos ao centro da roseta, atrai insetos que se decompõem e criam um meio fornecedor de nutrientes à planta.
As terrestres extraem nutrientes basicamente pela raiz, fixadas ao solo ou em vasos.


Historia e Origens
A família Bromeliaceae abriga mais de 56 gêneros com cerca de 3 mil espécies no total e são originais da América Central e Sul, com uma única exceção africana.
Antes de Colombo fazer sua segunda viagem para o Novo Mundo, em nome da Rainha Isabella da Espanha em 1493, as bromélias eram desconhecidas pelos europeus. Descreveram o fruto do abacaxi como "maior do que um melão e com sabor muito adocicado e cheiroso".
Armazenada ao acaso, a água da chuva passa a ser rapidamente colonizada pelos organismos menos especializados. Nessa água, detritos vegetais e animais em decomposição criarão o meio de subsistência alimentar ideal para a planta, e será absorvida em pouco tempo.
Uma característica em comum das bromélias, é que todas possuem películas nas folhas, que as ajudam a sobreviver à seca ou calor excessivo, já que possibilitam a absorção de nutrientes e da umidade do ar.

A maioria das bromélias prefere sombra e pouca exposição direta a luz solar, visto a situação em que ocorrem na mata nativa: nascem no solo as que preferem mais sombra e em troncos das árvores (epífitas) as que procuram luz difusa.
Quando cultivadas em vasos, a terra deve ser bem drenada utilizando composto vegetal, como pó de xaxim, e pedriscos.

É necessário que as raízes respirem bem e para isso, o solo deve ser parecido com o que ocorre no interior da floresta: bem drenado e rico em compostos vegetais. Lembre-se que as epífitas são acostumadas a terem suas raízes descobertas, então quando no vaso, permita a boa drenagem.
Evite o uso de vasos de plásticos ou cerâmica esmaltada, estes dificultam a respiração das raízes, favorecendo a retenção da água das regas dentro do vaso.

1. Luminosidade: Bastante claridade em luz difusa é apreciada pela maioria das bromélias.
Como sintomas de excesso de luz, temos folhas amareladas, com manchas esbranquiçadas, ressecadas e até com verdadeiras queimaduras.

2. Solo: As bromélias crescem em quase todos os solos, levemente ácidos, bem drenados, não compactados e que propiciem condições de bom desenvolvimento para o sistema radicular. O substrato deve ter partes iguais de areia grossa ou pedriscos, musgo seco (esfagno) ou xaxim e turfa, ou mesmo húmus de minhoca. O importante é que a mistura possibilite uma rápida drenagem.


3. Água: As bromélias gostam de ter suas raízes molhadas, mas sempre de forma bastante moderada, o mais importante é molhar as folhas e manter sempre o tanque central com água. Quando a temperatura ambiente estiver muito alta, borrife com água as folhas, mas nunca sob luz solar direta e nas horas mais quentes do dia. Plantas de folhas macias, apreciam ambiente mais úmido do que plantas de folhas rígidas.

4. Temperatura: As bromélias são plantas tipicamente tropicais, portanto a maioria aprecia temperaturas elevadas e bom índices de umidade, associada a local muito ventilado.

5. Vasos: Em vasos à meia-sombra, escolhendo vasos de material que permita uma ventilação melhor das raízes: cerâmica natural ou fibra de coco, contendo substrato bem drenado (areia grossa, musgo e terra vegetal misturados).

6. Replantio: A maioria das bromélias podem ser plantadas em vasos mas podemos tê-las sobre troncos ou xaxim.

Algumas regras para o plantio correto:
• Não enterre demais as bromélias, mantenha a base das folhas acima do solo.
• Não use um vaso muito grande, pois há perigo de umidade excessiva nas raízes.
• Não permita que a planta fique “balançando”, fixe-a bem, pois isto poderá danificar o desenvolvimento de novas raízes. Estaqueie a planta se necessário, até que as raízes estejam bem desenvolvidas.
• Coloque sempre uma boa camada de cacos de telha ou pedriscos no vaso, que deve ser sempre furado nas laterais ou no fundo.

7. Ventilação e umidade: As bromélias são plantas tipicamente tropicais, portanto a maioria aprecia temperaturas elevadas e bom índices de umidade, associada a local muito ventilado.

8. Adubação: As bromélias são extremamente sensíveis e absorvem os nutrientes com muita facilidade pelas folhas. Adube durante os meses de maior calor (de agosto a abril).
Os adubos ideais (para plantas em vasos em plantadas em terra) são os de liberação lenta e são usados aplicando-se uma colher de café por vaso, a cada 3 meses ou conforme prescrição do fabricante.
Para bromélias epífitas, deve-se utilizar adubo foliar (diluído em água e pulverizado sobre as folhas). Presas em placas, podem receber um enraizador para as raízes.




Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles acabam virando temas para novos posts. No caso de dúvidas, deixe seu e-mail para que eu possa entrar em contato.

7 comentários:

Anônimo disse...

Ola,

Gostei muito de suas informações sobre bromelias, gostaria que complementasse com o substrato.

abs/Fernando

Anônimo disse...

Ola Sonya,
Meu nome é Henrique
A 3 anos venho criando algumas plantas, dentre ela uma bromélia.
Fiquei feliz em ver o desenvolvimento dela, só uns dias atras encontrei larvas de mosquito.
Pesquisei e vi algumas formas de cuidar mas ainda continuo preocupado.
Se você souber de alguma forma simples e eficaz eu agradeceria.
Abraço

Sonia Oliveira disse...

Olá Henrique,
Alguns cuidados devem ser aplicados em Bromélias que são cultivads em casa ou apartamento.
Os cuidados são os seguintes:

- Deverão ter sua água trocada pelo menos duas ou três vezes por semana. A água deverá ser entornada sobre a terra ou longe dos ralos;

- Regar as plantas com uma calda de fumo (fumo de rolo ou de cigarro colocado em dois litros d'água de um dia para outro ou fervido) ou com solução de água sanitária (uma colher de chá de sanitária para um litro d'água) duas vezes por semana;

- Também se recomenda a aspersão de todo o ambiente onde as plantas estão com inseticida aerosol piretróide com propelente à base de água (evitar aqueles com querosene) duas vezes por semana;

- Se possível, utilizar todas essas medidas em conjunto para segurança total.

Para Bromélisa plantadas no chão, em residências ou condomínios: Recomenda-se o inseticida ecológico rural, da Natural Camp (este inseticida foi testado e aprovado pela Comlurb), que deve ser pulverizado uma vez por semana.
Não há perigo para animais domésticos ou para o homem. Outras alternativas são os inseticidas comerciais, comercializados com recomendação agronômica, uma vez por semana.

FERNANDA FERRAZ LEMOS disse...

Gostei muito do site e tenho uma dúvida.

Tenho 3 vasos de bromélia e elas estão secas... acho que queimaram devido a exposição ao sol. Já coloquei elas na sombra será que elas se recuperam ou já morreram?

Sonia Oliveira disse...

Olá Fernanda, boa tarde!

Como diz a matéria, as bromélias gostam de ter suas raízes molhadas, mas sempre de forma bastante moderada, o mais importante é molhar as folhas e manter sempre o tanque central com água. Quando a temperatura ambiente estiver muito alta, borrife com água as folhas, mas nunca sob luz solar direta e nas horas mais quentes do dia.
Se estão plantadas em vasos elas devem ficar sempre à meia-sombra. Se as folhas secaram, procure retirá-las, cortando-as, e aguarde para ver se acontece novas a brotação de folhas.

Abraços e boa sorte!

Anônimo disse...

Olá meu marido achou na mata um tronco de cerca de 1m com3 bromelias que estão florando gostaria que me desse dicas de como cultiva-las.desde já agradeço

Sonia Oliveira disse...

Olá bom dia !

A maneira de cultivar as bromélias está ai no texto da postagem, não tem segredos.

Abraços.