Plantas perfumadas

São várias as espécies de plantas que exalam fragrâncias intensas. Elas soltam o perfume através das flores e este se espalha pelo ambiente do jardim quando o vento sopra. Isso torna o local muito agradável. Assim, ao plantar seu jardim, inclua entre as plantas selecionadas algumas espécies perfumadas.

É bom saber que há uma grande variedade de flores que soltam seu perfume durante o dia, ao passo que outras o fazem somente, à noite. As esponjinhas ou caliandras, por exemplo, são cheirosas em torno do meio-dia, isto é, nas horas de calor mais intenso, já a dama-da-noite começa a perfumar o ambiente com o crepúsculo e segue exalando seu aroma durante toda à noite até o raiar da manhã.

Sempre cheirosas


Plantas como o resedá, o manacá, e o jasmim, são exemplares das espécies que distribuem seu aroma constantemente. Escolha uma delas para plantar, o resedá, por exemplo. Para tê-lo em casa, você vai precisar semeá-lo entre os meses de fevereiro e março. E as plantas devem distar cerca de 30 cm uma da outra. A única exigência dessa espécie é a água; ela deve ser regada sempre e em abundância para apresentar um bom desenvolvimento. Quando atinge seu estado adulto transforma-se num arbusto de cerca de meio metro de altura. Ramifica-se muito e apresenta cachos de flores bem densos nas extremidades das hastes. Mas é no seu primeiro ano de cultivo que o resedá oferece as melhores inflorescências. As flores são em geral amarelas, mas aparecem também em cores diferentes como, por exemplo, vermelhas.

Reseda

Já o manacá floresce na primavera e no final do outono. Seu cultivo, bastante fácil, exige poucos cuidados. Para obter as mudas, faca uma mergulhia; isto é, enterre parte de um ramo flexível da planta, ainda preso a ela; esse ramo vai constituir, depois de enraizado, um novo exemplar, uma vez separado da planta-mãe. Nas plantas adultas, são frequentes os mergulhões de raiz, formados naturalmente; você pode então aproveita-los como mudas. Um mergulhão plantado em julho, desde que seja em um lugar onde não bata muito sol, pode florir em setembro ou outubro.

Manaca

O jasmim apresenta uma infinidade de espécies diferentes cerca de 200, espalhadas pelos paises de clima tropical e temperado. Dentre elas está o jasmim-branco, uma frágil trepadeira com atraentes flores brancas. Agrupadas em cachos, as flores perfumam o ambiente com um aroma adocicado.

Jasmin gardênia

Além do jasmim-branco, também são comuns os jasmins real, açoriano e bogari. Todos eles têm flores muito alvas. A brunfelsia ou jasmim-do-paraguai apresenta num mesmo pé flores brancas, azuis e violetas. Elas têm um perfume delicado e desabrocham na primavera. Outras variedades, como o jasmim galego e o italiano, apresentam flores amarelas.
Todas essas espécies de jasmins multiplicam-se por sementes, mas podem reproduzir-se por mergulhia facilmente.



Fonte de pesquisa: Livro Plantas e Flores


Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles acabam virando temas para novos posts. No caso de dúvidas, deixe seu e-mail para que eu possa entrar em contato.

Um comentário:

Linda Bartira disse...

Gostei muito da explicação a respeito dos jasmim, mas seria interessante também saber a respeito de como cuidar, rega adubo etc. Obrigada.