Dicas extras para se plantar uma trepadeira.

Trepadeiras são as plantas ideais para "vestir" de verde, muros e paredes. Algumas espécies crescem rápido, como a tumbergia e o maracujá, que em seis meses cobrem completamente as superfícies.

O plantio pode ser feito das seguintes formas:


fixas direto em muros:

As trepadeiras devem ser plantadas em covas fundas rente ao muro, com espaçamento de aproximadamente 1 metro entre as mudas. As mais indicadas para esse tipo são a hera de inverno, com folhagem verde claro que muda de tonalidade no outono e cai nas épocas frias; a unha-de-gato, que se agarra com tenacidade à superfície e tem folha verde escuro que caem totalmente no inverno; e a hera inglesa, ideal para climas úmidos.


tipo cipó, fixas em tutor:

Seu plantio deve ser feito a cada 20cm do muro e com espaçamento de pelo menos 2 metros entre as mudas. As espécies mais conhecidas são a tumbergia, de flores azuis, cujo crescimento deve ser controlado por podas; a sete - léguas, com flores que vão do rosa ao vermelho; e o maracujá, espécie frutífera, com florada exuberante.


crescimento livre:

As mudas devem estar a pelo menos 20 cm do muro e com espaçamento de 1 metro entre elas. O jasmim estrela possui flores brancas e aroma forte, e gosta de espaço para desenvolver-se; as primaveras têm ramos longos e flores com várias cores; a alamanda dá volume aos muros, compondo uma massa verde com flores amarelas e violetas.

A tumbérgia azul, é uma trepadeira excelente para cercas-vivas em telas. Ela embelezará o local com suas flores grandes, e ainda formará uma boa barreira visual entre os terrenos. A tumbérgia é capaz de alcançar 3 metros, e seu crescimento é moderado no início. Com o desenvolvimento da muda ela se torna mais vigorosa e cresce mais rapidamente. Ela deve ser plantada sob pleno sol, mas sobreviverá em áreas semi-sombreadas, ficando menos densa nestas regiões.

Algumas dicas extras:

1) o volume e a forma da trepadeira são controlados através das podas; se a espécie tiver flores, a época mais indicada é após a florada;

2) não usar vasos ou jardineiras se a intenção é cobrir totalmente o muro, pois as trepadeiras gostam e precisam de espaço;

3) se houver frestas nos muros ou nas paredes, a unha-de-gato penetra nelas e pode provocar o alargamento da estrutura; deve ter suas pontas aparadas a cada dois meses, mantendo a forração com, no máximo, 10 cm de espessura;

4) duas espécies de trepadeiras não são recomendadas para paredes, em função do seu crescimento: a costela-de-adão, que se alastra pelo chão e sobe ao encontrar qualquer apoio vertical, e cujas raízes abundantes, grossas e vigorosas, fixam-se em trincas, transformando-as em rachaduras, que chegam a arrancar o reboco e até abalar a estrutura da casa; e a jibóia, de crescimento rápido que também pede um elemento condutor para subir. Suas raízes múltiplas, apesar de menos agressivas que as da costela-de-adão, podem causar estragos iguais.



Fonte da Pesquisa: http://betty.blue.zip.net


Obrigada pela sua visita. Se você tem sugestões ou dicas sobre o assunto, coloque aí nos comentários, eles acabam virando temas para novos posts. No caso de dúvidas, deixe seu e-mail para que eu possa entrar em contato.

3 comentários:

camilla disse...

OLÁ ACHEI SEU BLOG MUITO INTERESSANTE E É O QUE EU PROCURAVA
VOU TER MAIS ESPAÇO NO MEU QUINTAL E QUERO DEIXA-LO MAIS BONITO E BEM COLORIDO GOSTARIA DE SABER QUE ESPECIE DE PLANTAS PODERIA COLOCAR
NUM LUGAR COM POUCO SOL
ABÇS
CAMILLA

Amir disse...

Boa tarde, grato por esse espaço .
Na entrada principal de minha casa
tenho pergolas, mas o problema é que não bate sol o dia inteiro naquele canto... além de onde eu moro ser uma cidade úmida(SBC), Já tentei várias espécies, mas não vin
gam. Poderia indicar algumas espé
cies que dão flores e que gostem de
local como o que citei.
Grato,
AMIR.

Anônimo disse...

adorei !!!